+34 626 08 47 74 info@francesbrunoluthier.com

Meus instrumentos

Uma abordagem ao meu trabalho

A música antiga sempre esteve presente em minha vida e, desde que descobri a interpretação com critérios históricos, um mundo totalmente novo se abriu diante de mim. Essa nova maneira de entender a música influenciou decisivamente o meu jeito de fazer música e, ao longo do tempo, me levou, inconscientemente, ao que hoje é a minha profissão há várias décadas. Não foi em vão que o primeiro instrumento que eu construí foi um violino barroco para meu uso pessoal.

Não é de surpreender, portanto, que eu tenha decidido especializar-me na construção de instrumentos para a interpretação da música antiga com critérios históricos.

Além da acústica, outro aspecto que atraiu-me nesse tipo de instrumentos é a estética, a diversidade das formas, que deixam o construtor mais livre ao empreender um projeto. Portanto, quando eu reproduzo um instrumento procuro ser totalmente respeitoso com ele, não só no aspecto acústico, mas também na estética, com embelezamentos de acordo com o estilo de seu tempo, tomando o máximo de cuidado na aparência e sem cair no grotesco.

Esta busca pela perfeição estética levou-me, para a realização das cabeças das minhas violas da gamba, a colaborar com um grande profissional do nível de Miguel Ángel Tapia, mestre escultor especializado em imagens castelhanas tradicionais. Alguns exemplos do seu trabalho podem ser vistos na Galeria.

Embora a maior parte da minha produção seja composta de instrumentos de arco para a interpretação da música antiga, eu também construo instrumentos na motagem moderna, fazendo reproduções dos construtores mais renomados (Stradivari, Guarneri, Amati, etc.).

Para fazer os meus instrumentos, eu utilizo os melhores materiais: madeira europeia da melhor qualidade, seca naturalmente há anos, acessórios artesanais, pigmentos naturais e vernizes de óleo, sempre procurando o melhor dos resultados.

Minha produção abrange todos os tipos de instrumentos de arco:

  • Todos os tipos de violas da gamba, reproduções dos construtores mais famosos: Colichon, Bertrand, Meares, Rose…
  • Vihuelas de arco e outros instrumentos medievais.
  • Violinos, violas e violoncelos, tanto em montagem barroca como moderna.
  • Violoncelo “da Spalla”, violas d’amore, lyra da braccio e outros instrumentos menos comuns.

Alguns dos meus instrumentos

Viola "Mantegazza 1793"

Instrumento baseado na viola construída por Pietro Giovanni Mantegazza, Milão 1793, que é preservada no Museu Nacional de Música, Vermillion (EUA)

Tamanho: 16″ (40.59 cm.)

Viola "da Salò 1580"

Instrumento baseado na viola “Kievman”, feita por Gasparo da Salò, Brescia, 1580.

Tamanho: 15,5 “(39,5 cm)

Montagem barroca, com espelho e estandarte em maple com filete em pernambuco.

Violoncelo "Montagnana 1740"

Reprodução do violoncelo construído por Domenico Motagnana, Veneza, em 1740.

Comprimento da caixa: 75,5 cm.

Montagem barroca, estandarte e espelho em maple. Acabamento envelhecido.

Violoncelo piccolo "Amati 1600"

Reprodução do violoncelo piccolo “Amaryllis Fleming”, construído pelos irmãos Antonio e Gerolamo Amati em 1600 em Cremona.

Comprimento da caixa: 70,5 cm.

Comprimento de corda: 64,5 cm.

Viola da gamba tenor "Rose 1598"

Reprodução da viola da gamba tenor construída por John Rose, Londres, 1598, que é preservada no Ashmolean Museum, Oxford.

Comprimento da caixa: 58,4 cm

Comprimento de cuerda: 60 cm.

Um instrumento com decoração profusa, com ornamentações intrincadas à base de incrustações nas tampas superior e inferior, espelho e estandarte.

Viola da gamba baixo "Colichon 1683"

Viola da gamba baixo de sete cordas, de pequeno tamanho, inspirada no instrumento construído por Michel Colichon, Paris, 1683, que é preservado na “Cité de la Musique” em Paris.

Comprimento da caixa: 66,8 cm.

Comprimento de corda: 68,5 cm.

Viola da gamba baixo "Colichon 1693"

Viola da gamba baixo de sete cordas inspirada na viola construída por Michel Colichon, Paris, 1693, que está preservada no “Museu de Arte e História” em Genebra.

Comprimento da caixa: 70,5 cm.

Comprimento de corda: 69 cm

Viola da gamba baixo "Humel 1701"

Viola da gamba baixo de sete cordas inspirada no instrumento atribuído a Matthias Humel, Nuremberg, 1701, que está preservado no MET Museum de Nova York.

Comprimento da caixa: 71,2 cm.

Comprimento de corda: 69 cm

Viola da gamba soprano "Renaissance"

Viola da gamba soprano, em estilo renascentista. Modelo próprio baseado em vários instrumentos preservados e iconografia da época.

Comprimento da caixa: 38 cm.

Comprimento de corda: 38,5 cm.

Endereço

Visitas somente com hora marcada

Alcalde Juan Belén Cela, 21-7

37700-Béjar (SA) Spain

Telefone

(+34) 626 08 47 74

Email

info@francesbrunoluthier.com